quinta-feira, 14 de abril de 2022

BRASIL TEM DOIS NOVOS GEOPARQUES RECONHECIDOS PELA UNESCO

 


Na quarta-feira (13) o Brasil passou a contar com três Geoparques reconhecidos pela UNESCO, o Geoparque do Seridó e o Geoparque Caminhos dos Cânions do Sul foram oficialmente declarados como Geoparques Mundiais, juntando-se ao Geoparque Araripe.

A UNESCO reconhece os Geoparques como áreas geográficas que apresentam relevância geológica, que combinam a conservação com o desenvolvimento sustentável, além de envolver as comunidades locais. Os Geoparques são importantes para as comunidades locais pois oportunizam a elas o desenvolvimento de parcerias para promover processos, as características geológicas e a sua história.

GEOPARQUES BRASILEIROS

O Geoparque Seridó é um testemunho da história da terra que está localizado no semiárido nordestino e abriga mais de 120 mil habitantes como quilombolas, que preservam sua cultura por maio de práticas tradicionais. Além disso apresenta uma das maiores reservas de scheelita da América do Sul e de fluxos basálticos das Eras Mosozóica e Cenozóica, tendo como característica da região a Caatinga.

O Geoparque Caminhos dos Cânions do Sul abriga mais de 74 mil habitantes e tem como característica a presença da Mata Atlântica. Os antigos habitantes costumavam se abrigar em cavidades subterrâneas escavadas pela extinta megafauna paleovertebrada, e essas cavidades são denominadas de paleotocas. Além de tudo o local tem impressionantes cânions decorrentes de processos geomorfológicos.

O Geoparque Araripe está localizado na Bacia do Araripe, que é a maior bacia sedimentar do interior do nordeste brasileiro, que apresenta um importante patrimônio geológico com registros do período Cretácio Inferior, além de apresentar um importante conteúdo paleontológico.


Fonte: pt.unesco.org

sexta-feira, 8 de abril de 2022

PALESTRA SOBRE TURISMO E UNIDADES DE CONSERVAÇÃO ABRE A "XX SESTUR".


Na próxima segunda-feira (11) terá início a XX Semana de Estudos Turísticos (SESTUR) organizada pelos acadêmicos do segundo ano do curso de Turismo da Universidade Estadual de Ponta Grossa. O evento contará com mesa redonda, palestras, visita técnica e minicursos, com programação presencial.

A abertura acontece no dia 11, as 9 horas com a palestra "Atividades de ecoturismo e turismo de aventura em Unidades de Conservação (UCs), com o convidado Guilherme Forbeck, responsável pelo Refúgio das Curucacas. Regulamentadas por Lei Federal, as UCs tem como objetivo a proteção das áreas naturais que apresentam características especiais, e na região de Ponta Grossa é onde estão localizados atrativos turísticos como as Furnas Gêmeas, Buraco do Padre, entre outros.

O evento vai até o dia 13 de abril e serão emitidos certificados aos participantes.

Para mais informações você pode conferir o Instagram @turismouepg, e as inscrições podem ser feitas pelo link na bio.