domingo, 5 de agosto de 2018

GUPE lança e-book sobre o 'Patrimônio espeleológico do Parque Nacional dos Campos Gerais

Este material é resultado de um projeto de pesquisa GUPE, desenvolvido entre os anos de 2016 e 2017. A publicação apresenta um inventário das cavidades subterrâneas situadas dentro do PARNA dos Campos Gerais e de seu entorno imediato. A partir da quantificação da geodiversidade, sensibilidade, vulnerabilidade, grau de prioridade de desapropriação e do potencial de uso científico, é classificado o grau de fragilidade de cada caverna. Por fim, são apresentadas quatro áreas para ampliação da UC. O GUPE entende que o caráter principal dessa obra é tornar público os dados que foram obtidos durante o projeto de pesquisa. Além disso, os dados científicos apresentados poderão contribuir para a elaboração do plano de manejo do parque. 
Confira a publicação na íntegra clicando no aqui.

Fonte da imagem: https://issuu.com/gupe.espeleo/docs/patrim_nio_espeleol_gico_do_parque_

sexta-feira, 3 de agosto de 2018

Coordenadora e pesquisadora do LabTan - UEPG publicam capítulo de livro

A coordenadora do Laboratório de Turismo em Áreas Naturais da Universidade Estadual de Ponta Grossa, Professora Jasmine Cardozo Moreira e a pesquisadora Tatiane Ferrari do Vale, participaram como autora e coautora de um capítulo do livro Geoturismo, Geodiversidade e Geoconservação: abordagens geográficas e geológicas organizado por Antônio José Teixeira Guerra e Maria do Carmo Oliveira Jorge. O livro possui sete capítulos, e o terceiro capítulo intitulado “Geoparks: Educação, Conservação e Sustentabilidade”, aborda os aspectos conceituais e históricos dos geoparks, atuação em rede, benefícios de um geopark e envolvimento comunitário.
O livro está à venda no site da editora Oficina de Textos, nas versões impressa e eBook. Para maiores informações sobre o livro clique aqui.


segunda-feira, 30 de abril de 2018

Mato Grosso do Sul será sede do 1º Adventure Next Latin America

Em novembro de 2018, o estado do Mato Grosso do Sul, sediará 1º Adventure Next Latin America, o maior evento de ecoturismo e turismo de aventura da América Latina e um dos maiores do mundo.
O evento é uma parceria entre ATTA (Adventure Travel Trade Association), Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) e Fundtur-MS (Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul), e terá a participação dos principais e melhores operadores de turismo de aventura e ecoturismo do mundo.
Fonte: http://www.turismo.ms.gov.br/mato-grosso-do-sul-e-o-destino-escolhido-para-sediar-o-1o-adventure-next-latin-america/

segunda-feira, 23 de abril de 2018

Litoral do Piauí terá trilha para veículos de aventura

Caminho repleto de belezas, a Rota das Emoções, reúne aventura, praias e ecoturismo. O percurso envolve belezas como a Área de Proteção Ambiental do Delta do Paraíba (PI), o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses (MA) e o Parque Nacional de Jericoacoara (CE).
No estado do Piauí, trilhas já existentes estão sendo sinalizadas para criar um caminho único, que passará pelos municípios de Cajueiro da Praia, Cajueiro, Luís Correia, Parnaíba e Ilha Grande.
O projeto, que está em fase de planejamento, iniciará na parte litorânea, no entanto, adentrará o estado. Empresas especializadas em veículos off-rood para o turismo são parceiras do projeto.
Para mais informações clique aqui.
Fonte: http://www.pi.gov.br/materia/ccom/litoral-do-piaui-tera-trilha-especial-para-veiculos-de-aventura-4936.html

segunda-feira, 9 de abril de 2018

O Caminho de Cora Coralina

Uma versão do Caminho de Santiago da Compostela está sendo criado em Goiás. Nomeado, de Caminho de Cora Coralina, em homenagem à poetisa goiana, o trajeto percorre sete municípios. A rota começa em Corumbá de Goiás, passa por Pirinópolis, São Francisco de Goiás, Jaraguá, Itaguari, Itaberaí e termina na Cidade de Goiás.
Possui atrativos históricos, como a Igreja de Nossa Senhora da Penha de França, o conjunto arquitetônico tombado como Patrimônio Histórico Nacional (Pirinópolis), as construções de quase 300 anos de Jaraguá e a Casa de Cora.
Também possui atrativos naturais como as cachoeiras de Pirinópolis, Serra dos Pirineus, Serra do Jaraguá e Serra Dourada e Serra de Jaraguá.
O caminho possui 300 km e pode ser realizado a pé, a cavalo ou de bicicleta.
A estreia da rota está prevista para este mês, mas algumas pessoas já começaram a conhecer o percurso.
Confira a reportagem do G1 no link abaixo.
Fonte da matéria: https://g1.globo.com/go/goias/noticia/cidades-historicas-de-goias-vao-ter-uma-versao-do-caminho-de-santiago-em-homenagem-a-cora-coralina.ghtml

segunda-feira, 2 de abril de 2018

Série de publicações o Macaqueiro


O Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, criou o Macaqueiro, uma série de publicações destinadas a temas ambientais.
A edição atual fala sobre a Onça-pintada, com informações sobre o animal, notícias e jogos.
Acesse o material clicando aqui.

Fonte: https://www.mamiraua.org.br/cms/content/public/documents/50dc4ad6-f625-4602-bb55-e1005ef19a24_o-macaqueiro_edicao_77_01_web-jogo.pdf


segunda-feira, 26 de março de 2018

Novas Unidades de Conservação Marinhas são criadas no Brasil

No dia 19 de março de 2018, foi assinado o decreto de criação de novas Unidades de Conservação Marinhas. As UCS estão localizadas nos Arquipélagos de São Pedro e São Paulo e nas Ilhas de Martín Vaz e Monte Columbia.
As UC somam quase 1 milhão de hectares em território marinho, elevando o índice de 1,5% para 26% de áreas marinhas protegidas. Com a criação destes territórios protegidos, o país atingiu metas firmadas internacionalmente e avançou no cumprimento das metas de Aichi e dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.
Fonte: http://www.icmbio.gov.br/portal/ultimas-noticias/20-geral/9511-icmbio-celebra-a-criacao-de-ucs-marinhas


terça-feira, 20 de março de 2018

Estudo sobre Unidades de Conservação Brasileiras

Recentemente foi publicado um estudo sobre as Contribuições do Turismo em Unidades de Conservação Federais para a Economia Brasileira.
O estudo apresenta informações sobre número de visitantes, gastos, contribuições econômicas do turismo por Unidade de Conservação entre outras informações.
Clique aqui para maiores informações.

Fonte: http://www.icmbio.gov.br/portal/images/stories/comunicacao/publicacoes/publicacoes-diversas/contribuicao_do_turismo_em_uc_federais_para_a_economia_brasileira.pdf.pdf




sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

A série de livros Histórias das Paisagens foi criada com o intuito de preencher lacunas sobre o conhecimento da Terra e resgata a história de milhões de anos e do desenvolvimento das paisagens.
Esta série ricamente ilustrada convida os leitores a conhecer a Terra e seus patrimônios naturais. Possui 16 volumes, sendo a primeira obra A Serra da Canastra e o Rio Paraná. Confira mais informações sobre a série clicando aqui.

Fonte: https://www.historiadaspaisagens.com.br/

Os temas dos próximos volumes são:

1. A Serra da Canastra e o Rio Paraná
2. A Serra da Mantiqueira, a Serra do Mar e o Atlântico Central
3. A Serra da Canastra e o Rio São Francisco
4. A Serra do Espinhaço e o Atlântico Central
5. A Serra Geral e o Atlântico Sul
6. O Andes Meridional, A Patagônia e o Atlântico Sul
7. O Pantanal, o Andes Central e o oceano Pacífico
8. O Planalto Central e os rios Xingú, Araguaia e Tocantins
9. O Andes Setentrional e a Calha do Solimões-Amazonas
10. O litoral noroeste da América do Sul, o Mar do Caribe, Andes Setentrional e as montanhas do noroeste da Amazônia
11. O Atlântico Equatorial, o litoral norte e os rios Tocantins e Amazonas
12. As serras do nordeste e o oceano Atlântico
13. O rio São Francisco, a Chapada Diamantina e o oceano Atlântico

Volumes especiais

14. As montanhas e as bacias hidrográficas da região sudeste
15. O oceano Atlântico, o oceano pacífico e o Mar do Caribe
16. Evolução ambiental da placa Sul-americana

Fonte: https://www.historiadaspaisagens.com.br/

sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

12º Fórum Internacional de Turismo

Durante os dias 20, 21 e 22 de junho ocorrerá o 13º Festival Internacional de Turismo, na cidade de Foz do Iguaçu, Paraná. Uma atividade complementar ao evento é o Fórum Internacional de Turismo, que está na sua 12ª edição, com o tema Turismo e Gestão de Crises: Oportunidades e Desafios as Empresas e aos Governos.
A chamada para envio de trabalhos científicos já está aberta e vai até o dia 30 de abril de 2018. Os eixos temáticos são:
  • Turismo, Planejamento e Política Pública
  • Turismo e Desenvolvimento Local e Regional
  • Turismo, História e Cultura
  • Turismo e Meio Ambiente
  • Turismo, Lazer e Entretenimento
  • Turismo e Hospitalidade
  • Turismo, Educação e Formação Profissional
  • Turismo, Inovação e Tecnologia
  • Turismo e Gastronomia
  • Turismo, Marketing e Serviços
  • Turismo e Eventos
Confira a programação completa e as normas para envio de trabalhos clicando aqui.

Fonte: http://festivaldeturismodascataratas.com/